ByF en Rio

Ouro Sentimental
Arquiteturas do afeto

"O que importa é a vida!" Assim diz Niemeyer. É por este caminho que o legado das criações artísticas do século XX se desdobra para o XXI, pelo que Ernst Bloch chama de Princípio Esperança: o lugar da arte é o dos "sonhos diurnos" – utopia concreta dos encontros... É com essas crenças naquilo que está além do visível que trazemos o Ouro sentimental da Argentina. Este grupo de artistas se reúne em torno de um lugar muito especial chamado Beleza e Felicidade, onde se compartilham diferentes discursos poéticos na contramão das altas tecnologias.. como uma comunidade unida por especiais laços. Esses artistas seguem também impulsos de humanização, afeto e ética das novas e ancestrais tendências artísticas – que talvez nos remetam a era pré-moderna, tanto quanto à pós-moderna. Assim, com eles o museu de arte contemporânea se transforma em território de convivências críticas e utopias afetivas.. (texto completo en la web)
Luiz Guilherme Vergara
Diretor MAC de Niterói
www.macniteroi.com.br
www.bellezayfelicidad.com.ar/
bellezayfelicidad.blogspot.com/

compartir